-

domingo, 4 de julho de 2010

Ver-sós


Com meu avesso ao inverso

atravesso versos certos

e me meço a metros de mim

nalgum abismo interno em que tropeço

tentando alcançar o encaixe discreto

que embaça meu ser imerso.


Entre chamas e lágrimas

lanço meu toque no ar

sentindo a lua com o olhar

até extrair beleza da paisagem

que vejo no desenho da minha imagem

rabiscada de neblina perfumada.


Fora de mim encontro

meu avesso ao inverso nesses versos.


4 comentários:

  1. E inversos para ver sóis.
    Lindo mesmo. =)

    ResponderExcluir
  2. E seu avesso faz com que eu encontre meu avesso quando passo por aqui.

    Lindo, moça.

    ResponderExcluir
  3. Me arrepiei, emocionei! *-*
    Ficou liiindo, Nanda!

    Estou seguindo aqui!

    beijos

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails