-

domingo, 24 de outubro de 2010

Rasuras


Palavras manchadas

sentimentos engasgados

versos trêmulos

rasuras seladas.


Foi tudo aquilo que eu deixei de mim no mundo

e tudo aquilo que não coube em mim

sem contar no que eu engoli pra dentro sem mastigar,

que hoje fazem parte da minha composição mais nobre.


Intimidades rascunhadas

entre lágrimas verbais.


Eu desato meus nós

amarrando minhas gotas de poesia

nas nossas lutas a sós...


ironia.


2 comentários:

  1. Que maravilindo essas rasuras escritas, hein?!

    Não existe corretivo para as suas rasuras...

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Que linda forma de desatar nós!
    Lindo!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails